Saúde no Clique » Bula de Remédios » Bula Contracep

Bula Contracep

Compartilhar no Facebook

O Contracep é um método contraceptivo injetável de ação prolongada, que deve ser administrado em intervalos de 12 a 13 semanas, sendo no máximo a cada 13 semanas (91 dias). O uso de Contracep é eficaz para prevenir a gravidez em 99.7% dos casos, tendo uma taxa de falha de 0,3%.

Composição do Contracep

Cada ml de Contracep contém:

  • Acetato de medroxiprogesterona: 150,00 mg;
  • Veículo* q.s.p: 1,00 ml;
  • Álcool etílico, cloreto de sódio, metilparabeno, propilparabeno, simeticona, polissorbato 80, macrogol, água para injeção.

Indicações do Contracep

Contracep é indicado apenas para prevenção da gravidez.

Reações Adversas do Contracep

  • Contracep pode associar-se com o aparecimento de tromboflebite, embolia pulmonar, doenças cerebrovasculares e trombose retiniana;
  • A administração contínua de progesterona pode alterar o ciclo menstrual da mulher;
  • São de incidência menos frequente: visão dupla, cefaleia, perda repentina da coordenação, dispneia, debilidade, alterações do apetite, cansaço ou debilidade não habituais, náuseas e edema.

Efeitos Colaterais do Contracep

Embora não frequentes, foram observados casos de aumento e turgescência dolorosa da mama, galactorréia, náuseas, irritabilidade nervosa, fenômeno tromboembólicos e alérgicos.

Acne, alopecia e hirsutismo foram relatados em poucos casos.

Posologia do Contracep

A dose recomendada de Contracep é de 150mg a cada 3 meses (13 semanas) aplicada profundamente IM no músculo deltóide ou glúteo.

Deve-se garantir que a paciente não esteja grávida. A primeira aplicação deve ser administrada apenas durante os primeiros 5 dias do ciclo menstrual.

Não é necessário o ajuste da dose conforme o peso corporal.

Informação à Paciente

  • Contracep tem como princípio ativo em sua formulação o acetato de medroxiprogesterona, indicado para a prevenção da gravidez;
  • Informe seu médico a ocorrência de gravidez na vigência do tratamento ou após o seu término;
  • Informar o seu médico se estiver amamentando;
  • Siga sempre a orientação de seu médico, respeitando os horários de administração, as doses e a duração do tratamento. Não interromper o tratamento sem o conhecimento do seu médico;
  • Informe o seu médico se houver aparecimento de reações desagradáveis. Informe o seu médico sobre qualquer medicamento que estiver usando, antes do início ou durante o tratamento com Contracep;
  • Contracep não deve ser utilizado durante a gravidez e/ou lactação;
  • Contracep não é indicado para pacientes sensíveis ao acetato de medroxiprogesterona, pacientes com sangramento genital, ou do trato urinário de causa não diagnosticada, pacientes com patologia mamária de causa não diagnosticada, pacientes com doenças tromboembólicas e pacientes com disfunção ou doença do fígado;
  • O efeito adverso mais comum relatado com o uso de Contracep é uma alteração no ciclo menstrual normal. Durante o primeiro ano de uso deste medicamento você poderá observar um ou mais dos seguintes efeitos: sangramento irregular ou imprevisto, aumento ou diminuição do sangramento menstrual ou ausência completa de sangramento menstrual. Não é normal ocorrer sangramento contínuo ou abundante; neste caso, procure seu médico imediatamente;
  • O Contracep deve ser administrado por via intramuscular, uma vez a cada três meses. Pelo menos logo após o término de cada intervalo de 3 meses, você deve procurar seu médico para dar sequência ao tratamento e a continuidade da proteção anticoncepcional. Este medicamento tem uma grande eficácia anticoncepcional, desde que utilizado rigorosamente segundo a orientação do seu médico.

Veja também