Cefaleia Tensional: Sintomas, Remédios e Tratamentos

A cefaleia tensional caracteriza-se por dor de cabeça em peso, com sensação de aperto nos dois lados da cabeça, na testa e na nuca. As dores têm intensidade leve ou moderada e podem durar de meia hora a uma semana. O tratamento pode incluir remédios, mudanças comportamentais, fisioterapia, uso de placas miorrelaxantes, psicologia e injeções.

Sintomas de Cefaleia Tensional

  • Dor não latejante (sensação de apertamento ao redor da cabeça);
  • Dor nos dois lados da cabeça;
  • Intensidade da dor é leve ou moderada;
  • Dor normalmente localizada nas regiões laterais da cabeça, nuca e testa;
  • A duração média da dor é de 12 horas, podendo ir de 30 minutos a 3-7 dias;
  • Tensão e sensibilidade muscular;
  • Náuseas e vômitos são raramente observados;
  • Não é comum a sensibilidade à luz ou sons, mas podem estar presentes.

A cefaleia tensional normalmente é causada por estresse, tensão emocional, ansiedade e depressão. O nome "tensional" refere-se à tensão muscular que quase sempre está associada a ela.

Remédios para Cefaleia Tensional

Analgésicos

  • Ibuprofeno: É o mais utilizado. A dose recomendada é de 400 mg de 8 em 8 horas;
  • Naproxeno (Naprosin): Dose de 500 mg de 12 em 12 horas;
  • Ácido Mefenâmico: Doses de 500 mg de 8 em 8 horas. É especialmente eficaz no tratamento de cefaleia tensional associada á menstruação.

Antidepressivos Tricíclicos

  • Amitriptilina (Tryptanol): Doses de 25 mg, 2 horas antes de dormir;
  • Ciclobenzaprina (Miosan): Dose de 10 mg, 2 horas antes de dormir. Atua como relaxante muscular e melhora o sono.

Toxina Botulínica Injetável (Botox)

O botox pode ser utilizado nos casos em que as outras formas de terapia não obtiveram resultado. O mecanismo de ação provavelmente está relacionado com uma interrupção transitória entre a dor muscular e o cérebro.

Tratamentos para Cefaleia Tensional

Além dos medicamentos, outros métodos não farmacológicos também são utilizados para tratar a cefaleia tensional. Entre eles estão:

  • Orientação para que a pessoa se afaste dos mecanismos que desencadeiam as crises;
  • ​Mudanças comportamentais (diminuir o consumo de cafeína, cuidados com a postura);
  • Fisioterapia (tratamentos posturais, ultra-som, alongamentos, eletroterapia, massagem na cabeça e pescoço);
  • Tratamento psicológico;
  • Exercícios de relaxamento para aliviar o estresse e a ansiedade;
  • Prática de exercícios físicos, principalmente aeróbicos, pois estimulam a liberação de endorfinas (analgésicos naturais) e melhoram a oxigenação dos tecidos;
  • Uso de placa bucal para promover o relaxamento da musculatura durante o sono.

Causas de Cefaleia Tensional

  • Tensão emocional, estresse, ansiedade e depressão;
  • Má postura no trabalho ou ao dormir que aumentam a tensão muscular;
  • Quedas bruscas de temperatura;
  • Pouca ingestão de água;
  • Menstruação;
  • Distúrbios do sono;
  • Bruxismo
  • Abuso no consumo abusivo de café, chás e refrigerantes com cafeína.
  • Suspensão abrupta ou abuso no uso analgésicos.