Saúde no Clique » Alergias » Erupções Cutâneas - Sintomas e Tratamento

Erupções Cutâneas - Sintomas e Tratamento

Compartilhar no Facebook

As erupções cutâneas são pequenas protuberâncias rosadas, às vezes bolhas com o tamanho de uma cabeça de alfinete, que aparecem principalmente no pescoço, costas, peito e nuca quando o clima está quente e úmido.

Sintomas de Erupções Cutâneas

  • Pode causar coceira;
  • As crianças maiores dizem sentir "picadas" de alfinetes na região afetada;
  • Não é acompanhada de febre ou outras doenças;
  • Pode ter a cor de sangue ou ser rosada.

Tratamento das Erupções Cutâneas

  • Refrescar a criança com banhos sem sabonete a cada 3 horas e deixar a pele secar ao ar;
  • Aplicar uma toalha úmida e fresca, durante 10 minutos, nas erupções localizadas ;
  • Vestir a criança com pouca roupa;
  • Refrescar o quarto da criança quando ela estiver dormindo e colocar uma toalha embaixo dela para absorver o seu suor;
  • Evitar pomadas ou óleos porque podem bloquear as glândulas sudoríparas;
  • Fazer compressas frias para aliviar a coceira.

Com o tratamento caseiro, as erupções cutâneas desaparecem em 2 ou 3 dias. Se os sintomas continuarem por mais tempo, um médico deve ser consultado.

Causas das Erupções Cutâneas

As erupções cutâneas (Miliária) são causadas por glândulas sudoríparas bloqueadas. Geralmente aparecem em crianças durante o clima quente e úmido, que é quando essas glândulas trabalham mais.

Em crianças pequenas, as erupções cutâneas também podem ocorrer no inverno, em casos de febre, uso de roupa em excesso ou quando são aplicadas pomadas para tosse no peito que acabam por bloquear as glândulas sudoríparas.

Veja também