Gingko Biloba: Entenda por que não engorda e ajuda a emagrecer

O gingko biloba não engorda porque não tem calorias, nem interfere no metabolismo de maneira a influenciar o ganho de peso. O que pode acontecer é a pessoa se sentir melhor com o uso do ginkgo biloba, começar a comer mais e engordar. Porém, por si só, ele não faz a pessoa engordar. Pelo contrário, suas propriedades antioxidantes podem até ajudar a emagrecer.

Gingko Biloba: Entenda por que não engorda e ajuda a emagrecer

Antioxidantes do gingko biloba podem favorecer a perda de peso

O ginkgo biloba possui flavonoides, poderosos antioxidantes que também estão presentes no chá verde, que têm a capacidade de aumentar o gasto energético, ou seja, fazem o corpo queimar mais calorias.

Além disso, a quercetina, um tipo de flavonoide presente no ginkgo biloba, combate processos inflamatórios, o que contribui para o emagrecimento, uma vez que o acúmulo de gordura parece estar associado com a inflamação do corpo, entre outros fatores.

Outro grupo de antioxidantes encontrado no ginkgo biloba é o dos terpentoides, capazes de melhorar o fluxo sanguíneo para os músculos e contribuir, assim, para a perda de peso.

Efeito emagrecedor do gingko biloba ainda não comprovado

Apesar de todos os benefícios do ginkgo biloba para o cérebro e circulação sanguínea, além da sua ação antioxidante que pode contribuir para o processo de emagrecimento, é importante ressaltar que não há evidências que apontem uma relação direta entre o uso da planta e a perda de peso.

Para emagrecer, é preciso seguir um plano alimentar diário equilibrado, com poucas calorias. Mesmo que o ginkgo biloba ajude a emagrecer, não passa de uma "ajuda". Perder peso exige esforço e disciplina, o que inclui mudanças na dieta e no estilo de vida. Sem essas alterações na rotina, o emagrecimento é quase impossível.

Leia também:

Descubra para que serve o Ginkgo Biloba e conheça seus benefícios