Impotência

Impotência sexual masculina ou disfunção erétil é a incapacidade permanente de conseguir ereção satisfatória para o ato sexual. O tratamento inclui administração de remédios por via oral ou injeção, terapia e implante de prótese peniana.

Causas de Impotência Sexual

  • Psicológica: A ansiedade é a principal causa emocional da impotência masculina e está muitas vezes relacionada com o medo de falhar, ejacular precocemente e não satisfazer a parceira. O stress e a depressão também podem desencadear a perda do desejo sexual;
  • Neurológica: Relacionada com diabetes ou câncer de próstata;
  • Vascular: Veias obstruídas prejudicam a circulação e consequentemente o pênis não é irrigado suficientemente para se manter ereto;
  • Hormonal: Uma queda das taxas de testosterona diminui a libido;
  • Uso de medicamentos: Antidepressivos e anti-hipertensivos.

Além dessas causas, doenças cardiovasculares, problemas na próstata, uso de anabolizantes, remédios para emagrecer e o cigarro também estão relacionados com o surgimento da impotência.

Tratamento da Impotência Sexual

  • Medicamentos via oral;
  • Autoinjeção: Especialmente indicada para diabéticos, consiste em injetar no pênis um medicamento que provoca vasodilatação, favorecendo a entrada de mais sangue, com efeitos quase imediatos;
  • Prótese peniana: Geralmente são feitas de silicone e dão rigidez ao pênis, permitindo a penetração sem alterar a capacidade de ejaculação, o desejo ou o prazer;
  • Terapia: Indicada quando as causas são psicológicas.

Remédios para Impotência Sexual

Os remédios mais usados no tratamento da impotência sexual são o Viagra, o Levitra e o Cialis, sendo mais eficazes nos casos de fundo psicológico do que naqueles cujas causas são vasculares ou neurológicas.

  • Viagra: O efeitos do Viagra começam a ser sentidos 30 minutos depois de ser tomado e duram até 4 horas, o que não significa que o indivíduo terá uma ereção durante todo esse período, sendo fundamental que haja estímulo sexual;
  • Levitra: Tem o mesmo mecanismo de ação do Viagra e os seus efeitos duram cerca de 4 horas;
  • Cialis: Os seus efeitos são mais prolongados do que os do Viagra e do Levitra, podendo durar até 36 horas.