Remédio para Impotência

São três os remédios mais utilizados atualmente para tratar impotência sexual: Viagra, Levitra e Cialis. São muito parecidos e possuem uma taxa de sucesso em torno de 70%, com maior eficácia em pessoas com problemas psicológicos do que naquelas com problemas nos vasos sanguíneos e nervos do pênis.

Esses medicamentos atuam inibindo a ação da substância PDE-5, que bloqueia a ação do óxido nítrico responsável pelo fluxo sanguíneo necessário na ereção.

Viagra

É o medicamento para impotência mais testado e estudado, comercializado em comprimidos de 25 mg, 50 mg e 100 mg. O efeitos do Viagra começam a ser sentidos 30 minutos depois de ser tomado e duram até 4 horas, mas isso não quer dizer que o indivíduo terá uma ereção durante todo esse tempo.

O viagra atua como um facilitador da ereção, aumentando o tempo de permanência do óxido nítrico no organismo sem afetar diretamente a produção dessa substância. Por isso é fundamental que haja estímulo sexual, para que ocorra mais produção de óxido nítrico e este, por sua vez, provoque ereção.

Posologia: Depende da avaliação do médico, variando entre 25 mg a 100 mg por dia. O comprimido deve ser tomado de preferência com o estômago vazio, pelo menos 2 horas depois da última refeição e 1 hora antes da relação sexual, com intervalos de pelo menos 24 horas entre uma dose e outra.

Contra-indicações: 

  • Indivíduos com doenças cardíacas em uso de nitratos;
  • Pode causar hipotensão em pessoas que tomam medicamentos para hipertrofia da próstata;
  • Insuficiência cardíaca - Apenas com explícita autorização do médico;
  • Indivíduos que sofreram um AVC devem usar o Viagra com cautela;
  • Evitar associação com medicamentos que alteram o seu efeito como eritromicina, cetoconazol, entre outras;
  • Não usar juntamente com Cialis e Levitra.

Efeitos Colaterais:

  • Dor de cabeça;
  • Tonturas;
  • Azia;
  • Alterações na visão (raro);
  • Ereção prolongada e dolorosa - priapismo (raro).

Se o indivíduo que tomou Viagra ficar com uma ereção contínua por mais de 4 horas deve procurar um médico devido ao risco de isquemia e trombose. Geralmente isso ocorre quando o medicamento é usado por jovens sem problemas de impotência sexual ou em conjunto com drogas estimulantes como a cocaína.

Levitra

O Levitra é vendido em comprimidos de 2,5 mg, 5 mg, 10 mg e 20 mg. Tem o mesmo mecanismo de ação do Viagra, ou seja, atua como inibidor da PDE-5.

Os seus efeitos duram cerca de 4 horas e deve ser tomado 1 hora antes da relação sexual e preferencialmente com o estômago vazio, pelo menos 2 horas depois da última refeição. Os efeitos colaterais e contra-indicações são semelhantes aos do Viagra.

Cialis

O Cialis é encontrado no mercado em comprimidos de 5 mg, 10 mg e 20 mg e os seus efeitos são mais prolongados do que os do Viagra e do Levitra, podendo durar até 36 horas.

Ao contrários dos outros medicamentos, o Cialis pode ser tomado próximo das refeições e aparentemente não causa as alterações visuais raramente observadas durante o tratamento com Viagra e Levitra.