Antes de Fazer, Confira as Contraindicações da Carboxiterapia

A carboxiterapia, uma técnica utilizada no tratamento de estrias e celulite, é um método muito seguro e com poucos riscos, mas existem algumas contraindicações que devem ser levadas em consideração:

  • Infarto;
  • Angina instável;
  • Insuficiência respiratória, cardíaca, renal e hepática;
  • Anemia grave;
  • Hipertensão arterial;
  • Tromboflebite aguda;
  • Gravidez;
  • Infecção no local da aplicação;
  • Gangrena;
  • Eplepsia;
  • Distúrbios psiquiátricos.

Efeitos Colaterais da Carboxiterapia

  • Dor ou sensação de ardor durante a aplicação devido à distensão do tecido provocada pelo gás carbônico;
  • Pequenos hematomas causados pela punção da pequena agulha utilizada no tratamento;
  • Sensação de crepitação no local, que desaparece cerca de 30 minutos após o tratamento.

A carboxiterapia consiste na injeção de gás carbônico no tecido subcutâneo através de uma agulha muito fina. Como o gás carbônico está naturalmente presente no corpo, sendo produzido todos os dias no organismo em grandes quantidades, não existe risco de alergia ou intoxicação e os efeitos colaterais restringem-se aos pequenos desconfortos citados anteriormente.

Resultados da Carboxiterapia

  • Redução da celulite devido ao aumento da circulação e oxigenação do local;
  • Aumento da produção de colágeno e fibras elásticas, diminuindo a flacidez e melhorando as estrias em até 50%;
  • Melhora a elasticidade e o tônus da pele, deixando-a mais lisa e regular devido ao colágeno;
  • Reduz a gordura localizada ao aumentar a circulação e o metabolismo local, o que favorece a quebra das células de gordura;
  • Estimula a cicatrização;
  • Reduz o inchaço.