Apendicite

Apendicite aguda é uma inflamação no apêndice cecal, que é uma extensão do intestino grosso localizada na parte inferior direita do abdómen. Seu principal sintoma é uma dor na parte inferior direita do abdómen e o tratamento é feito através de cirurgia.

O apêndice cecal tem cerca de 5 mm de largura e aproximadamente 6 a 8 cm de comprimento. Não possui comunicação com outras estruturas ou orifício de saída e as fezes entram e saem do apêndice livremente.

Causas de Apendicite

A apendicite ocorre quando esse apêndice se inflama devido a uma obstrução no interior do órgão causada por inchaço das células de defesa do apêndice ou a uma "pedra" de fezes, denominada fecalito.

Com a obstrução do apêndice, as fezes presas no seu interior causam infecção, inchaço e ulcerações no interior do órgão, podendo levar à perfuração com extravasamento de pus e até fezes, se não for tratado a tempo.

Sintomas de Apendicite

  • Dor do lado inferior direito do abdómen;
  • Náuseas;
  • Vômitos;
  • Perda de apetite.

Além desses sintomas característicos, há também os sintomas menos específicos, como:

  • Dor na parte superior do estômago ou ao redor do umbigo;
  • Flatulência;
  • Indigestão;
  • Diarreia ou prisão de ventre;
  • Mal estar geral.

Na maioria dos casos, a febre não está presente no início dos sintomas, mas pode surgir com a evolução do quadro.

O diagnóstico da apendicite é feito através de entrevista minuciosa e exame físico, podendo ser confirmado com exames como a ultrassonografia e a tomografia computadorizada.​

Cirurgia de Apendicite (Apendicectomia)

A cirurgia de apendicite é a única forma de reverter o quadro e consiste na remoção do apêndice inflamado (apendicectomia). Deve ser feita com urgência, de modo a evitar a perfuração e o extravazamento do conteúdo do órgão, que poderia provocar uma infecção generalizada e tornar o quadro muito grave.

A cirurgia pode ser feita por meio de videolaparoscopia, realizada através de 3 pequenos orifícios com cerca de 10 mm cada. O pós-operatório é pouco doloroso e a recuperação é rápida.

Através dessa técnica, o médico também pode avaliar toda a cavidade abdominal e fazer uma limpeza do local, no caso de haver pus.