Brotoeja em Bebês

A brotoeja (miliária) é uma dermatite inflamatória muito comum em bebês e crianças pequenas, que provoca sintomas como coceira e queimação. A brotoeja ocorre quando as glândulas sudoríparas ficam obstruídas, impedindo a saída do suor.

Dentre as principais causas de brotoeja em bebês estão:

  • Ambientes quentes e úmidos;
  • Excesso de roupas e agasalhos;
  • Febre alta.

As lesões, que são parecidas com pequenas bolhas de água, normalmente aparecem no tronco, pescoço, axilas e dobras da pele.

Sintomas de Brotoeja em Bebês

Além da coceira e da queimação, a brotoeja pode causar também os seguintes sintomas, de acordo com o tipo da doença:

  • Miliária cristalina:

    • Aparecimento de vesículas pequenas, parecidas com bolhas, que surgem de subitamente e podem atingir grandes áreas do corpo do bebê;
    • Este tipo de brotoeja não manifesta outros sintomas e é mais comum em recém nascidos;
  • Brotoeja rubra:
    • Neste caso, as lesões são mais profundas, avermelhadas e provocam coceira;
    • Surgem nas axilas, virilhas e locais onde há atrito da pele;
    • A obstrução constante dos ductos das glândulas sudoríparas e a continuidade das lesões podem transformá-la em miliárias profundas.

Tratamento para Brotoeja em Bebês

O tratamento da brotoeja em bebês muitas vezes pode ser feito através de medidas simples para refrescar a pele e evitar a transpiração excessiva, aliviar o desconforto e melhorar as lesões, tais como:

  • Deixar os ambientes da casa frescos e ventilados;
  • Vestir o bebê com roupas leves;
  • Passar um pano molhado nas lesões para resfriar as regiões afetadas;
  • Dar banho no bebê em água morna ou fresca;
  • Deixar a pele do bebê sozinha depois do banho;
  • Não passar cremes no bebê sem orientação do pediatra;
  • Não usar amaciante nas roupas do bebê.

Leia também: Tratamento Caseiro para Brotoeja

Há casos de brotoeja em bebês que podem necessitar de medicamentos como corticoides e antibióticos, caso haja infecções decorrentes da miliária.