Câncer de Estômago

O câncer de estômago ou câncer gástrico pode apresentar sinais e sintomas poucos específicos, assemelhando-se às vezes a uma gastrite. Geralmente tem início na camada interna do órgão (mucosa) e atinge principalmente homens com mais de 50 anos.

Sintomas de Câncer de Estômago

  • Dor no estômago;
  • Sensação de empachamento;
  • Perda do apetite durante as refeições;
  • Perda de peso;
  • Dificuldade em engolir;
  • Pele e olhos amarelados;
  • Náuseas;
  • Vômitos;
  • Vômitos com sangue;
  • Azia intensa;
  • Fadiga;
  • Fraqueza;
  • Presença de sangue nas fezes ou fezes muito escuras.

Como esses sintomas podem ser associados a outras doenças, muitas vezes o diagnóstico do câncer de estômago é feito tardiamente, às vezes só sendo detectado quando o tumor já cresceu o suficiente para bloquear a passagem dos alimentos pelo estômago.

Câncer de Estômago tem Cura?

O câncer de estômago tem cura. Casos de câncer localizado ou regional têm uma taxa de cura de até 70% quando o tratamento cirúrgico é adequado e a quimioterapia e/ou radioterapia são aplicadas corretamente.

Fatores de Risco do Câncer de Estômago

  • Infecção do estômago pela Helicobacter pylori (H. pylori) - Esta bactéria vive no estômago da maioria das pessoas, mas em indivíduos com predisposição genética ela pode causar alguns tipos de gastrite, úlcera e câncer;
  • Consumo elevado de sal, alimentos defumados ou enlatado;
  • Histórico familiar de câncer de estômago;
  • Alimentação pobre em carnes, peixes e vitaminas A e C;
  • Ingestão de água proveniente de poços com alta concentração de nitrato;
  • Gastrite crônica;
  • Cirurgia para úlcera;
  • Anemia perniciosa;
  • Metaplasia intestinal;
  • Polipose adenomatosa familiar (PAF);
  • Pólipos gástricos;
  • Tabagismo associado ao consumo de bebidas alcoólicas.

Cirurgia de Câncer de Estômago

A cirurgia é o método de tratamento mais utilizado para o câncer de estômago e é a única chance de cura para a doença. A quimioterapia e a radioterapia são tratamentos secundários que visam melhorar a resposta ao tratamento cirúrgico.

Tipos de Cirurgia:

  • Gastrectomia subtotal: Consiste na retirada da parte do estômago que contém o câncer, além de gânglios linfáticos que estejam próximos, tecidos ou órgãos que possam ter sido afetados pelo tumor;
  • Gastrectomia total: Neste método, todo o estômago é retirado, além dos gânglios linfáticos próximos, parte do esôfago e do intestino, bem como outros tecidos próximos ao tumor. O baço também pode ser removido. É feita uma ligação entre o esôfago e o intestino para que a pessoa possa se alimentar.