Câncer de Mama - Sintomas e Tratamento

O primeiro sintoma de câncer de mama geralmente é a presença de um nódulo (caroço) duro no seio, que pode ou não ser acompanhado de dor. Outros sintomas que podem ser observados:

  • Alterações na pele da mama que pode ficar avermelhada, com reentrâncias e com aspecto de casca de laranja;
  • O seio também pode ficar alterado no tamanho e na forma, bem como o mamilo;
  • Abaulamento da mama;
  • Pequenos caroços palpáveis também podem surgir nas axilas, embora nem sempre sejam sinais de câncer de mama;
  • Líquido transparente, amarelo ou verde, saindo do mamilo.

Se o câncer estiver avançado, pode haver dor no seio e nos ossos, feridas na pele, perda de peso e o braço que fica próximo à mama afetada pode ficar inchado.

Sintomas de câncer de mama nos homens

Embora não seja comum, o câncer de mama também pode se desenvolver em homens, especialmente depois dos 50 anos, apresentando os seguintes sintomas:

  • Presença de nódulo na mama, abaixo da aréola, que pode ser dolorido ou não;
  • Sensibilidade nas mamas;
  • Ulceração na pele;
  • Líquido saindo dos mamilos.

Tratamento do Câncer de Mama

Cirurgia: O primeiro passo no tratamento do câncer de mama é a retirada do tumor, que pode incluir também a remoção de uma parte da mama, geralmente 1/4 da mama (setorectomia) ou a retirada total da mama (mastectomia) e dos gânglios localizados na axila. O tipo de cirurgia depende do tamanho do tumor, da sua localização e leva também em consideração o resultado estético da cirurgia.

Radioterapia: Geralmente é feita quando a mama não é retirada completamente e consiste na aplicação de radiação para eliminar células tumorais que possam ter permanecido após a cirurgia. A duração do tratamento e a intensidade depende da característica do tumor.

Quimioterapia: Consiste na administração de medicamentos intravenosos que exterminam as células cancerígenas que possam estar espalhadas pelo organismo.

Hormonioterapia: Este tipo de tratamento é feito quando o tumor apresenta receptores positivos para o hormônio estrogênio e progesterona, o que aumenta o risco de desenvolvimento de câncer de mama. O tratamento é feito através de medicamentos que bloqueiam a ação desses hormônios.

Diagnóstico do Câncer de Mama

O diagnóstico do câncer de mama é feito através da mamografia e do exame clínico de palpação realizado pelo médico. Também é solicitada uma biópsia para definir se o nódulo encontrado é benigno ou maligno.

O diagnóstico precoce aumenta as chances de cura, daí a importância de fazer o auto-exame das mamas todos os meses, de preferência depois da menstruação, além da mamografia que deve ser realizada todos os anos.

Leia também: Como Fazer Autoexame da Mama