Cólica Infantil: O que fazer e como tratar

Saiba o que fazer, como tratar e prevenir a cólica infantil em bebês e crianças pequenas seguindo algumas dicas e técnicas:

  • Faça massagens na barriga da criança com movimentos circulares, no sentido dos ponteiros do relógio, para eliminar gases intestinais;
  • Dobre as pernas do bebê e empurre suavemente contra a barriga da criança para ajudar a eliminar os gases;
  • Aplique uma compressa morna sobre o abdômen da criança;
  • Deixe o bebê o máximo de tempo possível na posição vertical no carrinho ou no canguru, pois essa posição favorece a eliminação de gases e ajuda a aliviar a cólica;
  • Embale suavemente o bebê nos seus braços, esfregando-lhe as costas.

Leia também: As 7 Melhores Técnicas para Aliviar a Cólica do Bebê

Para prevenir as cólicas infantis em bebês que mamam no peito:

  • A mãe deve evitar comidas apimentadas, bem como alimentos que podem causar gases na criança, como couve, brócolis, repolho, feijão, grão de bico, ervilha;
  • Ofereça somente uma mama em cada mamada, para que o bebê beba o leite mais espesso do fim, que ajuda a prevenir as cólicas;
  • Faça a criança arrotar após cada mamada;

Para prevenir as cólicas infantis em bebês que mamam na mamadeira:

  • Use uma mamadeira anti-refluxo para limitar a ingestão de ar;
  • Certifique-se de que o orifício do bico da mamadeira tem o tamanho adequado;
  • Segure a mamadeira de modo que o bico esteja sempre cheio de leite;
  • Use as quantidades corretas de leite em pó e água quando for preparar a mamadeira;
  • Coloque o bebê para arrotar depois de mamar.

As cólicas tanto podem ocorrer nos bebês que mamam no peito como nos que são alimentados com mamadeira, em muitos casos imediatamente após a refeição.

As cólicas dos bebês não são graves em si e fazem parte da adaptação do sistema digestivo do recém nascido, que antes era alimentado pelo cordão umbilical.

Porém, se a cólica vier acompanhada de vômitos, diarreia ou sangue nas fezes, ou se as cólicas forem tão fortes e persistentes que estejam esgotando as forças da criança ou da mãe, fale com o médico pediatra.