Como cuidar dos pés

As causas mais freqüentes das dores nos pés são a utilização de sapatos mal-acabados, andar ou permanecer de pé durante muito tempo e o excesso de peso. Os ligamentos são forçados, provocando dor no meio do pé, podendo o mal-estar espalhar-se por todo o pé e até a barriga da perna. As dores deste gêoero desaparecem geralmente após um período de descanso. Se continuarem, consulte um médico.

O uso de sapatos não-adequados pode dar origem a problemas mais sérios, Os sapatos muito apertados provocam joanetes e galos e, se calçados muitas vezes, acabam deformando os pés; os sapatos muito largos, que deslizam para cima e para baixo a cada passada, provocam a formação de bolhas. O uso habitual de saltos muito altos provoca a compressão dos dedos e pode ser a causa de joanetes, dedos encavalados e dores nas costas.

O conforto, mais do que a moda, deve ser o principal critério na escolha de sapatos, especialmente no caso das crianças e dos idosos. Os sapatos devem envolver bem os tornozelos e apoiar e acolchoar as plantas dos pés. Devem ser justos mas não apertados e ter espaço para mexer os dedos. Se você deseja fazer longas caminhadas, compre sapatos para marcha resistentes ou botas que permitam calçar dois pares de meias. Robusteça os pés massageando-os diariamente com éter durante duas semanas antes da caminhada.

A melhor maneira de fortalecer os pés é andar descalço, sempre que for possível, para aumentar a mobilidade dos dedos, reduzir a tensão e relaxar de uma maneira geral. Isto torna também os pés menos propensos à formação de calos dolorosos altos de pele endurecida que se formam na sola do pé. Remova os calos utilizando um instrumento apropriado, que possui uma superfície abrasiva, à venda nas farmácias. Faça-o apenas uma vez por semana; se tratar de um calo difícil, recorra a um calista.