Como Prestar Socorro a uma Pesso em Estado de choque

Alguns traumatismos podem levar a vítima a um estado de fraqueza geral e até à perda da consciência. Este estado é chamado estado de choque.

Isto acontece porque o fluxo de sangue, que distribui oxigênio para todas as partes do organismo, diminui. O sangue passa a circular menos porque as batidas cardíacas tornam-se mais  fracas, seja devido a dores agudas ou a uma extrema sensação de mal-estar, seja devido a intenso sangramento, vômito, diarréia ou grandes queimaduras, que reduzem a quantidade de líquido no corpo, o que faz com que não haja sangue o suficiente para suprir as células.

O choque pode ser imediato como acontece quando uma pessoa recebe más notícias ou pode ir se desenvolvendo num período de duas a três horas. Ele também pode matar. Este tipo de choque não é igual àquele que a pessoa sente após ferir-se ou passar por uma experiência desagradável, e do qual a vítima pode recuperar-se rapidamente.

Os sintomas

Na falta de uma quantidade adequada de sangue no corpo, o organismo reage canalizando o sangue de que dispõe para os órgãos vitais o coração, o cérebro e os rins. As áreas menos importantes, como os músculos e a pele, ficam sem receber sua cota integral, e a vítima empalidece e perde a força.

Este estado também produz outros sintomas:

  • Fraqueza e tontura.
  • Sentimento de ansiedade e inquietação.
  • Náusea e, às vezes, vômitos.
  • Sede.
  • Transpiração.
  • Respiração rápida e superficial, acompanhada de bocejos e suspiros.
  • Pulsação fraca e rápida e, às vezes, irregular.

O que fazer

  • Deite a vítima com a cabeça baixa e cuide dos ferimentos e dos problemas mais óbvios, aqueles que estão provocando o estado de choque.
  • Conforte e acalme a vítima.
  • Afrouxe as roupas em torno do pescoço, do tórax e da cintura, para ajudar a respiração e a circulação sangüínea.
  • Peça a alguém para chamar a ambulância.
  • Se possível, eleve as pernas da vítima, colocando-as sobre um casaco dobrado ou travesseiro, de modo a direcionar o sangue para o cérebro.
  • Mantenha a vítima aquecida com um casaco ou cobertor.
  • Não use um saco de água quente, pois isso levará o sangue para a pele, desviando-o dos órgãos vitais.
  • Se a vítima queixar-se de sede, umedeça seus lábios, mas não lhe dê nada para beber ou comer, pois isso pode forçar a equipe do hospital a adiar a aplicação da anestesia.
  • Não mude a vítima de lugar desnecessariamente. Isso piora o choque.
  • Não permita que a vítima fume, pois isso pode dificultara respiração.
  • Se a vítima sentir dificuldade para respirar, perder a consciência ou parecer que está prestes a vomitar, coloque-a na posição de recuperação.
  • Se a pessoa parar de respirar, comece imediatamente a respiração artificial.