Como Prevenir a Escoliose

Não há formas de prevenir a escoliose, mas é possível evitar a sua progressão se for detectada precocemente e o tratamento tiver início o quanto antes, principalmente durante os anos de crescimento da criança.

Alguns sinais que podem indicar a presença da escoliose:

  • Ombro mais alto que o outro;
  • Ter um lado do quadril mais elevado ou mais para frente que o outro;
  • Postura "corcunda";
  • Tronco inclinado para o lado;
  • Aparentemente ter uma perna maior que a outra.

A escoliose idiopática é o tipo de escoliose mais comum, manifestando-se ainda na infância ou adolescência sem uma causa definida. Raramente causa dor e pode facilmente passar despercebida pelos pais.

Como Identificar a Escoliose

É possível perceber ser existe algum desvio na coluna da pessoa observando as suas costas,​ estando ela em pé, com o tronco ereto ou inclinado para frente. Se a coluna tiver um desvio para a lateral, é provável que haja uma escoliose.

Como Prevenir a Escoliose

A escoliose é um desvio lateral da coluna vertebral que adota a forma de um "C" ou "S".

Como Tratar a Escoliose

O tratamento da escoliose depende de alguns fatores como o grau de curvatura e a idade da pessoa. Se o desvio for pequeno, a fisioterapia, através da RPG (Reeducação Postural Global), costuma ser suficiente.

Já as escolioses com desvios maiores podem necessitar de coletes ou até mesmo cirurgia corretiva, nos casos mais graves.

Tipos de Escoliose

  • Escoliose idiopática: Não tem causa conhecida;
  • Escoliose congênita: É causada por uma má formação da coluna vertebral;
  • Escoliose neuromuscular: Ocorre devido a doenças neurológicas.