Como tomar as vitaminas necessárias corretamente

As vitaminas fazem parte dos cinco grupos básicos de nutrientes que o organismo necessita  carboidratos, proteínas, gorduras, vitaminas e minerais, O único alimento que fornece nas devidas proporções todos os nutrientes necessários à saúde é o leite materno o qual, porém, só é apropriado para as crianças até os 3 4 meses de idade. Todos os demais grupos etários necessitam ingerir alimentos variados. Quanto mais variada for a alimentação, maiores probabilidades terá de conter todos os nutrientes.

Ë atualmente do conhecimento geral que a cegueira noturna constitui um dos primeiros sintomas de deficiência de vitamina A e que o fígado é uma fonte especialmente rica nesta vitamina.

O raquitismo (doença óssea infantil) deve-se a uma deficiência de vitamina D. O óleo de fígado de bacalhau, rico nesta vitamina, era utilizado no tratamento desta doença há cerca de cem anos antes da descoberta das vitaminas. Hoje em dia, o sol, indiretamente, e a própria vitamina D são as armas terapêuticas. Há quem partilhe da crença, errônea, de que se é tanto mais saudável quanto maiores são as quantidades de vitaminas ingeridas: esta noção não corresponde à verdade. Uma vez absorvida a quantidade de vitaminas suficiente para satisfazer as necessidades do organismo, a ingestão de qualquer quantidade suplementar não surte efeito. Efetivamente, quantidades superiores às necessárias de vitamina A e D são armazenadas no organismo para posterior utilização, sendo o consumo exagerado de qualquer delas prejudicial, mas quantidades superiores às necessárias de vitamina C e li, são simplesmente eliminadas através da urina. Afirma-se freqüentemente que a ingestão de doses consideráveis de vitamina C evita ou cura os resfriados. Não obstante a grande publicidade de que esta afirmação foi objeto, ainda não foi comprovada.

As circunstâncias em que a ingestão de um suplemento vitamínico se revela útil são após uma doença ou durante uma dieta de emagrecimento rigorosa. Esse suplemento é fornecido sob a forma de comprimidos multivitamínicos. As vitaminas sintéticas são tão eficazes como as vitaminas naturais. Quimicamente, são ambas idênticas..Não deixe as cápsulas de vitaminas ao alcance das crianças. As doses excessivas de vitaminas podem ser perigosas. O guia das vitaminas Vitamina A. Alimentos ricos: fígado, espinafre, cenoura, tomate, pêssego, margarina, manteiga, frutas e legumes amarelos e cor de laranja, legumes verde-escuros, ovos, queijo, leite. B, (tiamina). Carne de porco, fígado, presunto, bacon, batata, pão, cereais para o café da manhã, leguminosas secas, frutas secas, legumes, leite.'