Como Tratar as Luxações

O tratamento das luxações consiste, primeiramente, em colocar a articulação de volta no lugar, um procedimento que deve ser feito por um médico após avaliação clínica e radiográfica. Podem ser usados analgésicos, infiltrações ou ainda anestesia para diminuir a dor durante o procedimento.

Após a redução da luxação, o tratamento segue com um período de imobilização da articulação, determinado pelo médico e acompanhado pelo uso de analgésicos e anti-inflamatórios. Depois dessa fase, inicia-se a reabilitação com fisioterapia.

Fisioterapia no Tratamento da Luxação

O tratamento fisioterapêutico da luxação tem vários objetivos:

  • Orientar o indivíduo para evitar posições de risco para novas luxações;
  • Aplicação de gelo e uso de eletroterapia para reduzir a inflamação, o inchaço e a dor;
  • Recuperar a mobilidade da articulação afetada (ombro, tornozelo, joelho);
  • Fortalecer a musculatura que atua na articulação para aumentar a estabilidade articular.

A fisioterapia pode durar um, dois ou três meses, dependendo do tipo e da gravidade da luxação. Depois desta fase do tratamento, o fortalecimento muscular deve continuar em casa ou na academia.

Tratamento Cirúrgico da Luxação

O tratamento cirúrgico da luxação pode ser necessário em determinadas situações:

  • Indivíduos com maior risco de luxação, como jovens e atletas;
  • Lesões ósseas ou lesões nos tendões associadas à luxação;
  • Casos recorrentes de luxação ou subluxação que não melhoram com o tratamento convencional.

Principais Sintomas de Luxação

  • Dor intensa;
  • Deformidade na articulação;
  • Impossibilidade de realizar movimentos;
  • Presença de hematoma e inchaço.