Como Tratar e Prevenir a Intoxicação Alimentar

O tratamento da intoxicação alimentar é feito através de medicamentos antiespasmódicos para controlar os vômitos e a diarreia, ingestão de líquidos e repouso. Nos casos em que há muita perda de líquidos é administrado soro por via endovenosa para reposição de líquidos e sais. Antibióticos são prescritos nos casas de infecção alimentar bacteriana.

Como tratar a intoxicação alimentar em casa

Os cuidados para tratar a intoxicação alimentar devem começar em casa. Em caso de vômitos e diarreia intensos, a pessoa deve ingerir apenas goles de água. O repouso do tubo digestivo é o elemento essencial do tratamento.

Quando houver uma melhora significativa dos sintomas durante algumas horas, recomeçar a alimentação com biscoitos secos, mingaus, gelatinas e sopas sem gordura. Deve-se evitar chá, café, leite e bebidas ácidas, como suco de laranja ou limão.

O soro caseiro é uma ótima maneira de repor os eletrólitos perdidos com os vômitos e diarreia. Para prepará-lo, basta adicionar duas colheres de sopa rasas de açúcar e uma colher de café rasa de sal em 1 litro de água filtrada ou fervida.

Quando recorrer ao médico?

  • Se os sintomas forem graves ou persistirem, apesar do repouso digestivo;
  • No caso da diarreia for logo de início acompanhada de dores abdominais intensas ou repercussão no estado geral da pessoa;
  • Casos de ingestão de veneno vegetal ou químico;
  • Se verificarem dificuldades de visão, convulsões ou paralisia.

Como prevenir a intoxicação alimentar

  • Ter cuidados de higiene no preparo dos alimentos e lavar as mãos antes de manipulá-los;
  • Lavar as mãos antes das refeições e depois de ir ao banheiro;
  • Embalar os alimentos de forma adequada ao guardá-los na geladeira ou no congelador;
  • Lavar os utensílios de cozinha, principalmente quando forem usados para lidar com alimentos crus;
  • Evitar comer carne crua ou mal passada;
  • Não comer carne ou miúdos de frango mal passados;
  • Comer ovos bem cozidos e ter muita cautela com alimentos em que são utilizados ovos crus na sua preparação;
  • Beber apenas leite fervido ou pasteurizado;
  • Verduras e legumes que serão consumidos crus e frutas que não forem descascadas devem ser deixados de molho numa solução de hipoclorito de sódio;
  • Alimentos em conserva com a embalagem amassada ou estufada não devem ser consumidos.

Sintomas da Intoxicação Alimentar

  • Vômitos e diarreia agudos;
  • Dores abdominais;
  • Febre leve a moderada;
  • Transpiração acima do normal;
  • A perda prolongada de líquidos pode causar desidratação grave e baixar a pressão arterial;
  • Os vômitos e fezes podem apresentar vestígios de sangue.

Leia também: Conheça os principais sintomas da Intoxicação Alimentar