Como Tratar um Traumatismo no Tornozelo

O tornozelo é a articulação que mais freqüentemente sofre distensões. Nesse tipo de traumatismo, um ligamento — um tipo de tecido que conecta os ossos  é estirado ou rompido.

Uma distensão pode ser causada por uma torção no pé no momento em que você está andando ou correndo. Ela provoca dor e inchação na articulação. A dor piora se a pessoa se move.

Uma distensão pode demorar várias semanas para ser curada. Isso vai depender da gravidade da lesão. Para tratar distensões, veja Torção e distensão, página 137. As vezes é difícil distinguir uma lesão séria de uma fratura. Por isso, em caso de dúvida, e sobretudo quando a vítima não consegue apoiar-se sobre o tornozelo, trate como se fosse fratura.

Como tratar um tornozelo fraturado

Uma fratura de tornozelo pode ser o resultado de uma queda ou de um tombo no qual o tornozelo se vergou excessivamente. Uma fratura pode acontecer também quando a vítima cai de pé de uma grande altura. Os sintomas de fratura são:

  • Dor imediata e freqüentemente muito intensa.
  • Inchaço e mudança da cor da pele do tornozelo.
  • Dor ao mexer o tornozelo.
  • Dificuldade ou impossibilidade de se sustentar sobre a perna machucada.

Se você tiver suspeitas de que se trata de um caso de fratura, aplique uma compressa fria para controlar a inchação, enrole o tornozelo firmemente com uma bandagem e procure um médico o mais rápido possível.

Faça uma compressa fria molhando uma toalha pequena, ou qualquer outro material semelhante, em água fria, torcendo-a e envolvendo com ela o tornozelo. Você também pode colocar alguns cubos de gelo num saco plástico, fechá-lo, cobri-lo com um pano e usar um martelo para esmagar o gelo dentro dele. A seguir aplique a compressa em torno do tornozelo.