Como Tratar uma Tendinite

O primeiro passo para tratar uma tendinite, seja ela no ombro, pulso, cotovelo ou joelho, é parar com a atividade que provocou a lesão para não piorar os sintomas. O tratamento deve iniciar o quanto antes e inclui aplicação de gelo, calor e pomadas, além de medicamentos anti-inflamatórios e fisioterapia.

Casos mais graves podem necessitar de uma imobilização antes de iniciar o tratamento para acalmar a inflamação e a dor.

Como Tratar uma Tendinite em Casa

Aplicação de Gelo

  • Molhar um pano ou uma toalha fina e colocar sobre o local da tendinite;
  • Encher um saco plástico com pedras de gelo e aplicar sobre a região durante 20 minutos;
  • Fazer a aplicação 4 vezes ao dia.

O gelo deve ser aplicado nos primeiros 3 dias da tendinite, assim que forem observados os primeiros sintomas.

O frio provoca uma contração dos vasos sanguíneos, diminuindo a inflamação e a dor da tendinite. É importante utilizar o pano ou a toalha umedecida para prevenir queimaduras na pele provocadas pelo gelo.

Aplicação de Calor Úmido

  • Molhar uma toalha com água quente e envolver o local da tendinite;
  • Aplicar uma bolsa de água quente por 20 minutos, 2 vezes ao dia.

​​O calor deve ser aplicado depois da fase inicial da tendinite, a partir do 4º dia de tratamento. O efeito é inverso ao do gelo e visa aumentar a circulação no local para acelerar o processo de cura da inflamação.

Pode ser aplicada também uma pomada anti-inflamatória receitada por um médico.

Tratamento Médico e Fisioterapêutico da Tendinite

O tratamento médico da tendinite inclui a indicação de pomadas anti-inflamatórias, medicamentos analgésicos e anti-inflamatórios via oral, terapia por ondas de choque, entre outros métodos, dependendo da lesão.

Assim que a inflamação e a dor estiverem controlados, a fisioterapia deve atuar com exercícios de alongamento e fortalecimento da musculatura para prevenir novas tendinites.

Sintomas de Tendinite

  • Dor ao realizar movimentos, que pode ser localizada ou irradiada para o resto do membro afetado;
  • Limitação dos movimentos;
  • Diminuição da força muscular que pode dificultar a realização de tarefas cotidianas simples;
  • Inchaço, vermelhidão e calor na área afetada.