Dente do Siso Inflamado

O dente do siso pode ficar inflamado quando começa a nascer e rompe a gengiva, deixando-a suscetível à inflamações devido aos alimentos que vão ficando acumulados no local.

A dor e a dificuldade de acesso à região inflamada acabam por dificultar a escovação e favorecer o surgimento de cárie, que pode chegar à polpa do dente causando infecção e dor intensa. Em outros casos, mesmo antes de nascer, pode ocorrer inflamação do local onde o dente do siso está incluso.

Sintomas de dente do siso inflamado

  • Dor;
  • Vermelhidão;
  • Dores no maxilar;
  • Dores de cabeça;
  • Gosto estranho na boca ao morder alguma coisa próxima ao dente do siso.

Tratamento do dente do siso inflamado

A dor causada pela inflamação, nesse caso, não diminui com remédios. É necessário extrair o dente do siso ou abri-lo para realizar um tratamento de canal.

Extração do dente do siso inflamado

A remoção do dente do siso é simples e pode ser feita em consultório sob anestesia local, embora algumas pessoas prefiram a sedação ou anestesia geral para não ter que assistir à cirurgia. Neste caso, é possível remover os 4 dentes do siso de uma só vez, enquanto que no consultório, com anestesia local, o mais comum é a extração de 2 dentes (superior e inferior) de cada lado.

É fundamental que a pessoa faça uma consulta antes da cirurgia para rastrear condições que podem trazer complicações ao procedimento. Pode ser necessário tomar medicamentos para evitar infecções, inflamações, inchaços ou ainda para aliviar a tensão muitas vezes observada nas pessoas que vão se submeter à extração do siso.

Recuperação e cuidados após extração do dente do siso

  • Consumir alimentos frios e macios como mingau, caldo, sucos, massas, sorvete. Evitar alimentos duros e quentes;
  • Em caso de sangramento, manter a calma e permanecer deitado com a cabeça ligeiramente acima do resto do corpo, colocar uma gaze embebida em soro fisiológico frio no local e comprimir suavemente e aplicar gelo envolvido por um pano húmido na face do lado afetado durante 20 minutos. Entrar em contato com o cirurgião caso o sangramento continue;
  • Tomar analgésico imediatamente após a cirurgia. Espera-se um pouco de dor nas primeiras 48 horas após a extração;
  • Não fumar ou enxaguar a boca vigorosamente nas 24 hs seguintes à cirurgia;
  • Aplicar gelo sobre a bochecha durante 20 minutos para diminuir o inchaço;
  • Ficar em repouso. Exercícios físicos mais intensos só são recomendados 7 dias após a cirurgia;
  • Escovar os dentes suavemente e com muito cuidado. Os bochechos não são recomendados na 1ª semana após a cirurgia;
  • No dia seguinte o dentista pode pedir para lavar a boca suavemente com água morna e sal.