Diclofenaco Sódico - bula

O Diclofenaco é um antiinflamatório não-esteróide com ação sobretudo analgésica e antiinflamatória que pode ser  encontrado no mercado como Voltarem e Cataflan. Existe nas  formas químicas de sal sódico, sal potássico, e de complexo com colestiramina (uma resina de troca iônica).

Diclofenaco Sódico - Posologia

Adultos e pacientes acima de 14 anos de idade: 50mg VO, 2 a 3 vezes ao dia, ou 100mg (Retard) VO, 1 a 2 vezes ao dia. Injetável: 75mg via IM, profunda. Máximo de 150mg/dia IM, em doses divididas (não usar por mais de 2 dias).

Indicações

É indicado no tratamento sintomático a médio e longo prazo de doenças reumáticas crônicas, como artrite reumatóide, osteoartrite, espondilite anquilosante e doenças correlatas do tecido conectivo. Tratamento de lesão musculoesquelética. Dor e inflamação de pós-operatório. Dismenorréia primária e anexite. Síndromes dolorosas diversas (nevralgia cérvico-braquial, cervicalgia, lombalgia, ciática, etc.). Adjuvante no tratam. da dor e inflamação na faringo-amigdalite, sinusites

Contra-indicações

O medicamento é contra-indicado em casos de gravidez, lactação, hipersensibilidade ao diclofenaco ou a outros antiinflamatórios não esteroidais úlcera gástrica ou duodenal e insuficiência hepática ou renal.

Reações adversas

O Diclofenaco Sódico pode causar:

Dor no local da injeção (uso parenteral). Dor e desconforto epigástrico, sangramento gastrointestinal ocasional, úlcera gástrica ou intestinal, dispepsia, anorexia, náusea, vômito, flatulência, constipação, diarréia. Insuficiência hepática, casos raros de hepatite, c/ ou sem icterícia. Pancreatite. Colite não-específica e exacerbação de colite ulcerativa. Estomatite, glossite. Reações de hipersensibilidade (erupção cutânea, urticária, rash, prurido, dermatite esfoliativa, púrpura alérgica, erupção bolhosa, eczema, broncoespasmo, angioedema, síndrome de Stevens-Johnson, epidermólise tóxica aguda). Cefaléia, tontura, vertigem, zumbido, transtornos do sono, depressão, ansiedade, distúrbios do paladar e da visão. Fotossensibilidade. Insuficiência renal, hematúria, proteinúria, nefrite intersticial, síndrome nefrótica. Alveolite, eosinofilia pulmonar. Discrasias sanguíneas. Edema, podendo precipitar insuficiência cardíaca