Como Tratar de uma Fratura

Existe uma situação de fratura quando um osso se fende ou quebra. Há três tipos principais de fraturas: simples que deixam a pele ilesa, embora possa haver equimoses fortes; expostas, que fazem o osso projetar-se para fora da pele ou produzem um corte profundo até o osso; e produzem um corte profundo até o osso; e em ramo verde, frequentemente nas crianças e que consiste no aparecimento de fissuras no osso, sem que exista propriamente uma fratura.

Numa emergência, e não se tratando de fratura exposta, procure saber se a pessoa ouviu ou sentiu O Osso fraturar-se, se consegue mover a parte lesionada e se sente dores quando a move. Observe a área em volta da fratura que pode ficar sensível ao tato, inchada ou com equimoses.

Mesmo que exista apenas suspeita de fratura, mande chamar imediatamente uma ambulância. A menos que seja absolutamente necessário, não desloque a pessoa lesionada, principalmente se suspeitar de lesão na coluna, pois nesta situação a remoção pode provocar mais lesões ainda, até mesmo fatais.

Enquanto aguarda a ambulância, preste cuidados de emergência em caso de Hemorragia ou estado de choque. Não dê nada para a vítima beber. Se tiver que deslocá-la, ou por atraso da ambulância ou porque recebeu instruções para transportá-la para o hospital, imobilize a fratura de modo que o osso não se mova.

Como imobilizar um membro fraturado

Amarre uma perna fraturada á perna sã com lenços, echarpes, gravatas ou outros materiais disponíveis, pondo um acolchoamento (peça de roupa, toalha ou fralda de pano dobrada) entre os tornozelos, joelhos e coxas. Se a fratura for num joelho, não o mova. Sustente-o com uma almofada ou casaco dobrado. Para imobilizar uni braço fraturado, faça uma TIPÓIA e prenda o braço ao corpo.

Não dobre à força um braço fraturado. Se o braço não dobrar naturalmente, coloque a vítima numa posição confortável, ponha um acolchoamento entre o braço lesionado e o corpo, evitando o ponto da fratura, e amarre o braço ao corpo com três pedaços dc tecido largo.

Como procederem caso de uma costela fraturada

Uma fratura simples de costela provocará agudas DORES NO PEITO quando a vítima respirar profundamente ou tossir. As dores poderão ser abrandadas se o braço do lado lesado for colocado numa tipóia.

Se a vitima mostrar dificuldade em respirar ou lhe escorrer da boca sangue vi- voe espumoso, pode tratar-sede uma lesão mais grave. Chame imediatamente uma ambulância. Se possível, a vítima deve inclinar-se para o lado lesionado do corpo para que o sangue se afaste do pulmão ileso.