Tratamento Caseiro para Ácido Úrico

Um bom tratamento caseiro para ácido úrico é restringir da dieta os alimentos ricos em purina, uma proteína que produz ácido úrico depois de ser metabolizada pelo organismo.

Tratamento Caseiro com Dieta para Ácido Úrico

Alimentos a Evitar

  • Cerveja;
  • Arenque, anchova, bacalhau, salmão, cavala, truta, sardinha (fresca e enlatada);
  • Sucos de fruta (embora não tenham purina, possuem frutose, um açúcar que aumenta o ácido úrico);
  • Mexilhões;
  • Ovas de peixe, inclusive caviar;
  • Miúdos como fígado, coração, língua, rins e miolo;
  • Carnes de cabrito e vitela;
  • Bacon.

Os alimentos acima possuem alto ter de purina, por isso devem ser abolidos da alimentação para tratar o ácido úrico.

Alimentos para Consumir Moderadamente

  • Castanhas (cajú, Pará) e nozes;
  • Carnes de frango, coelho e porco;
  • Leguminosas (amendoim, lentilha, ervilha, grão de bico, feijão);
  • Soja e derivados;
  • Espinafre, couve-flor;
  • Frutos do mar como caranguejo, lagosta, ostras, camarão;
  • ​Coco;
  • Cogumelos, aspargos.

Estes alimentos contêm médios teores de purina e não devem ser consumidos na fase aguda da gota, quando o ácido úrico está alto.

Alimentos Liberados

  • Massas, pães, arroz branco;
  • Sagú, frutas;
  • Fubá;
  • Margarina, leite e queijo;
  • Chocolate;
  • Chás.

Com baixos teores de purina nas suas composições, estes alimentos podem ser consumidos livremente. Leite, iogurte e queijos com pouca gordura podem até ajudar a baixar o ácido úrico elevado.

Remédio Caseiro para Ácido Úrico

O café é considerado um remédio caseiro para ácido úrico pois o seu consumo pode diminuir consideravelmente os níveis de ácido úrico no sangue. Porém, esses benefícios não estão relacionados com a cafeína, pois o consumo de chá não trouxe os mesmos benefícios.

Benefícios do Café para Tratar Ácido Úrico

  • Reduz os níveis de insulina, o hormônio que transporta a glicose para dentro das células, o que pode estar relacionado com a redução do ácido úrico;
  • Contém ácido clorogênico, um antioxidante que melhora a sensitividade da insulina e também pode inibir a absorção de glicose no intestino.