Vitaminas Lipossolúveis

As vitaminas lipossolúveis são aquelas solúveis em gordura, ou seja, são dissolvidas pela gordura e dessa forma ficam armazenadas no corpo, enquanto que as vitaminas hidrossolúveis são solúveis em água e excretadas pelos rins.

Fazem parte do grupo das vitaminas lipossolúveis as vitaminas A, D, K, armazenadas no fígado, e a vitamina E, que fica armazenada nos tecidos de gordura espalhados pelo corpo. As vitaminas lipossolúveis podem causar intoxicação se ingeridas em excesso, uma vez que não são facilmente excretadas pelo organismo.

Vitamina A

A vitamina A desempenha papel importante na visão e na produção de substâncias necessárias para a produção de muco e regulação do crescimento. Também tem ação antioxidante, atuando contra os radicais livres que danificam as células e causam envelhecimento precoce e doenças como o Câncer.

A falta de vitamina A causa cegueira noturna, diminuição da produção de muco e aumento do risco de infecções. Em excesso, a vitamina A pode causar descamação da pele, dores articulares, dores abdominais, problemas no crescimento, danos no fígado, dores nos ossos e malformações em fetos.

Alimentos fontes de Vitamina A: Fígado, ovos, óleo de peixe, cenoura, abóbora, manga, abacate, melão, batata doce, brócolis e espinafre.

Vitamina D

A vitamina D atua na absorção de cálcio e fixação deste mineral no esqueleto, sendo imprescindível para o desenvolvimento saudável dos ossos e dentes. Para desempenhar essa função, a vitamina D precisa ser transformada em vitamina D3 através da exposição à luz solar. Também está relacionada com a produção de insulina e maturação de células.

A falta de vitamina D causa raquitismo nas crianças e, em adultos, osteomalácia, uma doença que deixa os ossos frágeis e quebradiços. Em excesso provoca náuseas, perda de apetite, aumento dos níveis de cálcio no sangue e calcificação de tecidos moles.

Alimentos fontes de vitamina D: Fígado, óleo de peixe e gema de ovo. A adição de vitamina D em alimentos industrializados tornou mais rara a carência dessa vitamina na alimentação.

Vitamina E

A vitamina E é um poderoso antioxidante, atuando em conjunto com a vitamina C nessa função. Além de proteger o organismo da ação nociva dos radicais livres que podem, inclusive, provocar alguns tipos de câncer, ajuda a prevenir doenças cardiovasculares e melhora o sistema imunológico.

A falta de vitamina E pode deixar os glóbulos vermelhos mais frágeis, mas é uma condição rara, uma vez que essa vitamina é encontrada em diversos alimentos e largamente armazenada no tecido adiposo. O seu excesso não provoca males à saúde.

Alimentos fontes de vitamina E: Óleo de girassol, sementes de girassol, amêndoas, amendoim, abacate, açaí, maçã vermelha, vegetais de folhas verde-escuras.

Vitamina K

A vitamina K desempenha uma importante função na coagulação sanguínea. Pode ser encontrada em alimentos (vitamina K1) mas também é produzida por bactérias que vivem no intestino (vitamina K2), daí a sua deficiência ser rara.

A carência de vitamina K causa hemorragias e dificuldade de coagulação sanguínea. Tratamentos prolongados com antibióticos aumentam as chances de deficiência de vitamina K. Em excesso causa lesões no fígado, icterícia e anemia.

Alimentos fontes de vitamina K: Vegetais de folhas verdes, fígado, leite, carnes e ovos.